Harry Potter e Enigma do Príncipe.

Nunca fui fã de Harry Potter, simplesmente porque não tem nada de original, muitos dos elementos parecem ter sidos extraídos de obras como o Senhor dos Aneis, e até o conceito visual parece ter sido chupado da obra de Neil Gaiman, Livros de Magia. Livros de Magia foi publicada pela Vertigo, selo adulto e mais independente da DC Comics, nele um adolescente (Timothy Hunter), se descobre aspirante a maior mago do mundo. Parecido? Note que ele lembra, mesmo que pouquinho (eheheheheh) o Harry, e só pra constar, foi publicado 10 anos antes do primeiro livro da J.K. Rowling.

the_names_of_magic_01_c01

nom_faith_trust_2_00_fc

Indepente disso gosto da série de filmes, gosto como eles evoluem e ficam mais adultos e sombrios a cada ediçao, da visão mágia e encantada de Chris Columbus até os ambientes escuros e opressivos de Alfonso Cuarón. Todos renderam filmes razoáveis e até um ou outro bom, com destaque para o já citado Alfonso, O Prisioneiro de Azkaban e o Calice de Fogo.

Ontem foram lançados os posters do novo filme (O Enigma do Príncipe) que deve estrelar em junho desse ano, neles vemos os protagonistas com cara de adultos, também parece ter um visual mais adulto, cada vez menos fantasioso. Agora é só aguardar e ver se assim como seus protagonistas a série vai continuar crescendo.

main_character-banner_draco_5021main_character-banner_dumbledore_502main_character-banner_harry_5021main_character-banner_hermione_502main_character-banner_ron_502main_character20banner_snape_502

P.s: Draco não é a cara do bichinha Ozymandias do Watchmen?

Anúncios

Parabéns Wolvie

O mutante mais invocado dos quadrinhos celebra 35 anos de sua criação, para comemorar, a Marvel além do seu filme solo, lança uma série de capas comemorativas, inspiradas em obras de grandes mestres da pintura. A novidade será lançada em abril nos EUA, e não tem data ainda pra pintar por aqui. Seria bem legal que lançassem em formato poster, gostaria muito de um desses, ou vários, na minha parede.

“Este é o ano do Wolverine, porque prova indiscutivelmente, que ele é um dos mais populares personagens de quadrinhos do mundo. Ele não é apenas popular com os fãs, mas igualmente com artistas, isso é evidenciado pela disputa que se dá atualmente entre os desenhistas top para desenhá-lo. Isto nos faz pensar: se ele anda por ai a centenas, milhares de anos, como os grandes artistas o representariam?”

Explica Joe Quesada, editor-chefe da Marvel.

Pintura Rupreste

Pintura Rupreste

Gustav Klimt

Gustav Klimt

Alphonse Mucha

Alphonse Mucha

Wyeth

Wyeth

Edward Gorey

Edward Gorey

Salvador Dali

Salvador Dali

Pablo Picasso

Pablo Picasso

Rene Magritte

Rene Magritte

C.M. Coolidge’s

C.M. Coolidge’s

Vincent van Gogh

Vincent van Gogh

Andy Warhol

Andy Warhol

A Hora do Planeta.

selo

Em 2007 Sydney alertou o mundo para o aquecimento global desligando as luzes por uma hora, de lá pra cá o movimento se espalhou pelo mundo.

Esse ano o WWF (Ong internacional que defende o meio ambiente em várias frentes) convoca Brasil a fazer parte desse ato simbolico contra o aquecimento global. Sábado 28 de março, daqui a mais ou menos 5 dias, desligue as luzes da sua sala (melhor ainda de toda sua casa), por uma hora apenas, das 20h30 as 21h30 e mostre sua preocupação com o futuro do mundo.

Para mais.

YouTube: http://www.youtube.com/wwfbrasil
Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=54135300
Twitter: http://www.twitter.com/horadoplaneta
Flickr: http://www.flickr.com/photos/earthhour_global

download1

Baixe o poster da campanha (em inglês).

download

Baixe o spot para rádio com Lenine.

Coma com os olhos.

clone_ok4

Todo mundo sabe que da foto para a realidade a distância é grande, a gente vê isso nas playboys (vide a revista da hortência), nas fotos de divulgação de artistas…. Mas onde mais sentimos essa disparidade é no ramo alimenticio, industrializada, fast food, ou restaurantes convencionais, nunca comemos o que está proposto pelas fotos publicitárias.

Essa é a proposta do blog coma com os olhos, eles encaram tudo que é tranqueira com o único intuito nos mostrar a verdade nua e crua por trás das embalagens coloridas (diretores de arte|publicitários são muito escrotos), vale muito a pena dar uma conferida.

P.s.: a delícia acima é um sanduiche da franquia Giraffas.

A volta do espartilho

papo-calcinha1

Os primeiros espartilhos surgiram no século XVI e a principio eram usados com um único intuito: disciplinar a postura. Com o passar do tempo a peça conquistou o guarda-roupa feminino e se transformou em um forte aliado, pois controlava o que podemos chamar de formas naturais do corpo, ou seja, davam suporte aos seios, deixavam a coluna ereta, mantinham a cintura em seu devido lugar e, não bastasse isso, eram símbolo de sensualidade e elegância.

Corset - Modelo de 1860

Naquela época, como vocês já devem imaginar, os espartilhos eram confeccionados com materiais rústicos e não muito confortáveis, como por exemplo: junco, tecidos pesadamente engomados (que atualmente são usados em tapeçarias, entre outros) e cordões. Foi exatamente por isso que no decorrer século XX, com a chegada do sutiã (feito de algodão), as mulheres acabaram largando mão dos espartilhos. A regra básica agora era conforto, ainda que isso significa-se perder todos os benefícios citados no começo do post.

Corset versão atual

Só agora, no início do século XXI, com a constante reinvenção da moda e o avanço da tecnologia os corsets (como também são chamados) fizeram as pazes com as mulheres e voltaram ao guarda-roupa feminino. Os materiais de hoje, obviamente, são outros e os acabamentos então nem se fala.

Quais são os tipos de espartilho?

Há basicamente oito modelos:

BaroqueBaroque


ElizabetElizabethan


valentine-edwardianValentine Edwardian

underbustUnderbust Edwardian

valentine-victorianValentine Victorian

undervictorian_fUnderbust Victorian

tipos_scarlet_fScarlet O’Hara

tipos_waist_fWaist Cincher

Entre estes os meus modelos favoritos são: Waist Cincher, Scarlet O’Hara e Valentine Victorian.

Vestida para casar

Por ser elegante e extremante sensual, é comum que as noivas AMEM os espartilhos! Algumas usam como underwear (lingerie), outras casam vestidas com eles… Todas elas ficam lindas e (aposto) fazem o maior sucesso!

vestido-de-noiva

Tempos modernos

Para quem gosta de piercings e ama corsets uma boa opção é o body corset que em miúdos quer dizer espartilho na pele. Como vocês podem ver na foto abaixo, é só dispor alguns piercings nas costas (ou em outra parte do corpo, como perna, braço, lateral da barriga, etc) e passar uma fita. Vale lembrar: só para as mulheres mais ousadas!

corset_piercing_by_buttonnose

Curiosidades

  • Antigamente só as mulheres que pertenciam à nobreza podiam usar espartilho. E, quanto menor fosse à cintura delas, maiores eram as condições financeiras dos seus maridos. Isso porque elas não trabalhavam e cuidavam somente da beleza, logo os maridos tinham que ser ricos para sustentá-las;
  • Quando o padrão “cintura de pilão” foi instaurado, usar espartilho era sinônimo de elegância. Quanto mais apertado, melhor. Algumas mulheres chegavam a desmaiar, pois ficavam sem fôlego enquanto outras chegavam a quebrar algumas costelas, tamanha a força com que apertavam a peça;
  • Usando espartilho diariamente é possível diminuir o tamanho da sua cintura e acabar com os pneuzinhos. O tempo para que isso aconteça pode variar, mas em seis meses dá para perder o equivalente a 6 cm. Parece pouco, mas é muiiiita coisa. Além do disso é melhor que lipo, não é?

Fetiche absoluto

Os homens definitivamente não resistem aos espartilhos. Por tanto meninas: usem e arrasem!

uiiiiiiiiiiii

Onde comprar?

Lá fora existem muitas lojas e estilistas especializados, mas o Brasil já conta com um nome de peso quando o assunto é espartilho. Refiro-me a Madame Sher, marca da estilista Sher, especialista em modelagem e confecção de espartilhos em terras brasileiras. Detalhe: a Sher disponibiliza tantas opções que (aposto!) vocês vão babar! A maior parte das fotos que ilustram este post foram retiradas do site da moça.

sherrrrrrrrrrr

sherrrrrrrr

O papo calcinha de hoje fica por aqui, mas se eu fosse você com certeza daria um pulinho no site da Sher.

Ingrid Nirve

Ideias que dão certo

Sala de cinema

Em outubro de 2000 a Petrobras elegeu 20 cidades para o lançamento de um projeto pioneiro, o Curta Petrobras às 6, que consiste na apresentação gratuita de curtas-metragem produzidos – principalmente – por cineastas brasileiros.

A iniciativa deu tão certo que o projeto se transformou na melhor e mais importante vitrine para o formato curta-metragem do Brasil, abrindo espaço para cineastas iniciantes e consagrados. Bom para os profissionais da sétima arte, melhor para o público, que enfim teve acesso a produções que normalmente só teriam espaço em festivais de cinema.

Para a nossa sorte Natal foi uma das 20 cidades escolhidas. Então, reserve o dinheiro da pipoca e aproveite! Lembrando que todos os dias há uma sessão diferente!

Onde? Cinemark (Midway Mall)

Quando? Todo os dias às 18h.

Quanto? Nada! Entrada franca.

Confira a programação aqui.

Ingrid Nirve

Ladrão que rouba ladrão…

coisas-de-macho2

Maus, irreverentes, beberrões e mulherengos. Mais Macho que isso? Tá difícil. A figura clássica do pirata como conhecemos referenda-se nos “piratas do caribe”, não o filme da Disney é claro, mas  saqueadores que singravam os mares pilhando navios que vinham abarrotados de riquezas roubadas do chamado Novo Mundo. Eles utilizavam como porto as paradisíacas ilhas caribenhas, onde consertavam seus navios, descansavam, bebiam e brigavam. Mesmo sendo ladrões e assassinos cruéis possuíam uma aura de rebeldia e aventura, em parte pelo seu, nem sempre, rigoroso código de conduta, em parte por retirar dinheiro e riquezas dos poderosos.

Boa parte do que sabemos vem do cinema e acabaram influenciando (novidade!!!) nosso cotidiano.

Hoje, por exemplo, costuma-se designar quase toda atividade fora da lei de pirataria. Falsificação, bio pirataria na Amazônia, filmes vendidos em calçadas, hackers, softwares, e até o ato de compartilhar arquivos na rede ganha comparativo com esses não tão vilões assim. A bandeira preta de ossos cruzados continua hasteada, se diversificando mais ainda atacando os ricos onde mais dói, no bolso.

Nas telas:

História dentro da história, ficou de fora da adaptação para o cinema de Watchmen. Prometido como extra do DVD, A Lenda do Cargueiro Negro, é tão bom quanto à história dos heróis, o trailer já é um sinal de que vem coisa boa por ai.

Filme pornô mais caro da história, Piratas 2 – A Vingança de Stagnetti, não deve agradar pelas atuações, e sim pelas belas mulheres e pelos elaborados efeitos especiais clonados do blockbuster do Mickey. No mínimo curioso.

Curiosidades:

Quando para um homem usar  brinco ainda era tabu, dizia-se que o acessório só era tolerado do lado esquerdo. É que os piratas que usavam argola na direita ao fazer a mira, tinham a orelha arrancada pelo coice da arma.

Muitas expressões que usamos, ao que parece, nasceram num convés. Nos referimos a quem gosta de aparecer como “papagaio de pirata”, a quem não sabe jogar bola de “perna de pau” e a algo ruim (uma mácula) como uma “mancha negra”, esse último era um sinal de mal presságio, ameaça ou ultimato utilizado para intimidar inimigos e rivais.

Aleatoriedades virtuais

papo-calcinha1

Olá meninas! O Papo Calcinha de hoje traz um apanhado de links com temas aleatórios. Divirtam-se!

Para ler

Cristiane Lisboa

Leandro Jardim

Para comprar coisas fofas

Fofyfactory

Mercado Imaginário

Rosa Mundo

Para comer com os olhos

Maria Brigadeiro

Para quem tem X-Box

X Box Games

Para decorar o seu lar doce lar

Decor8

Coral decora

Casa Claudia

Viver Bem

Para presentear com carinho e criatividade

Presentes originais

Ronaldo Fraga

Para quem curte design

Design Sponge

Not Cot

Bem Legaus

Tarde animada.

3e38a80f0622f9d8b66eff6e5b295de5

Quem teve infância sabe o poder que uma simples animação exerce sobre nós, alguns, como eu, nunca deixam de gostar, do tipo que ao levar uma criança ao cinema nos divertimos mais que ela. É  reter o melhor da infância e colocar caminhando com os prazeres da vida adulta, uma promoção típica de caixinha de supermercado, pegue um e leve dois.

Desde sempre usada pela publicidade, recentemente ela foi além, empresas como a Axe e a Gatorade, produziram animações bem interessantes como forma de divulgação de seus produtos. É a tal convergência das mídias.

City Hunters:

Produção de ficção original para a América Latina. Desenho animado adulto é fruto da parceria do canal FOX/FX com o marca de desodorantes Axe. Inspirado nas figuras femininas do desenhista italiano Milo Manara, teve direção de Carlos Baeza, diretor de vários episódios de Os Simpsons.

Blokhedz

Adaptado de um quadrinho independente de 2004, é uma mistura de 8 mile com Dr. Estranho da Marvel, foi produzido e disponibilizado gratuitamente no site da Gatorade.

Da música vieram os clipes, desde os que  primeiramente não poderiam ser produzidos pelas técnicas existentes, até as recentes animações em 3-d.

Evolution:

Banda imitada atá a exaustão, o Pearl Jam, vem com o clipe definitivo de animação convencional, desenhado pelo criador de Spawn, é bonito, impactante, atual e reflexivo.

Segredos:

Pra mim o gênio do Barão Vermelho nunca foi o Cazuza (bichinha afetada e ótimo cantor de MPB mas que de rock não tinha nada). Frejat sim, é roqueiro, guitarrista e músico de mão cheia, mostra em mais uma de suas vertentes como fazer um rock pop romântico sem ser emo.

Não dá pra não citar os longa metragens, filmes feitos principalmente para adultos. Do Japão vem os melhores na minha opnião, os chamados animes, versões animadas dos mangás.

Cemitério de Vagalumes:

Dois irmãos ficam órfãos durante a segunda guerra, sua luta diária é contra os inimigos mais  cruéis, a fome e a miséria. É pra se acabar de chorar.

Porco Rosso:

Sem aqueles simbolismos orientais incompreensíveis para nós, Porco Rosso é uma obra prima, não sei como se chama em animação, mais a “fotografia” é linda, a história ducaralho e a trilha sonora inesquecível.

Pra encerrar, aproveitando a febre Watchmen, a maior obra do Mago, como ela seria se fosse adaptada como um desenho nos anos 80.